2019 by LOADS

No início de 2008, o Mestre José Carlos Costa, e todos os instrutores da Região Norte desvinculam-se da organização a que pertenciam, e com vista a abraçar um entendimento mais completo e atual sobre a defesa pessoal decidem criar a L.O.A.D.S (Lei e Ordem – Associação de Artes de Defesa e Segurança).

Esta organização nasceu a 29 de Fevereiro de 2008 com uma nova filosofia de ensino e um novo conceito de treino. Assim a filosofia da L.O.A.D.S é a Defesa e Segurança Pessoal sem violência, adequando a defesa à ameaça. Este é um conceito sempre presente em treino e no confronto real, adequando-o depois à vida.
 
A estrutura de base do sistema foi concebida em 1980 e continua a ser utilizada na atualidade, apenas foram alterados os “conceitos” e a denominação de D.S.P. (Defesa e Segurança Pessoal) por ser totalmente vocacionada para a Defesa e Segurança Pessoal, sem fanatismos, sem exageros e traçando uma linha de conduta apropriada às ameaças reais.
 
As técnicas que se treinavam no inicio são semelhantes às atuais mas, com métodos diferentes, mais aperfeiçoadas e atualizadas de modo a obter o máximo de eficiência, não descurando que a eficácia dentro da máxima segurança é o segredo para se atingir a eficiência.

 
Treinam-se as várias distâncias de confronto: desde a longa distância, onde os ataques de pés e punhos são aplicados; até ao corpo a corpo e acabando no trabalho no chão, nada foi deixado ao acaso, tudo foi pensado, treinado e por questões de segurança, codificado.

Origem da L.O.A.D.S

Porquê Defesa e Segurança Pessoal (DSP)?

O sistema D.S.P. (Defesa e Segurança Pessoal) consiste num programa técnico de base que dá a possibilidade ao praticante de evoluir consoante o seu empenho e motivação, a parte física na base da manutenção e acima de tudo a parte mental que é trabalhada em primazia para o alerta permanente.

O programa técnico de base é composto por técnicas de controlo, batimentos, luxações, projeções, pontos vitais, varrimentos e estrangulamentos.
 
As áreas de treino da Defesa e Segurança Pessoal com um ou mais adversários; com o adversário armado, são áreas que não foram descoradas para que o praticante esteja cabalmente preparado para “enfrentar” toda e qualquer situação que se lhe depare. Isto é, a defender-se de forma adequada e proporcional á ameaça, respeitando a lei e a integridade física.
 
Consideramos o sistema D.S.P. (Defesa e Segurança Pessoal) um sistema aberto, ou seja, adequado a todos os sexos e idades e onde o praticante aprende as bases e a partir destas pode evoluir até às técnicas mais avançadas e complexas consoante a sua vontade, empenho e trabalho.
 
A partir de uma determinada altura (graduação), o praticante tem autonomia de escolher as técnicas que mais se adaptam á sua morfologia e constituição física, tem liberdade de usar o que melhor domina e se especializa procurando sempre ser o mais eficaz e eficiente possível a defender-se a si ou a quem o rodeia.

 
Conclusão:
O sistema D.S.P. (Defesa e Segurança Pessoal) sendo formado de base pelas disciplinas Kickboxing, Muay Thai, Tai Jitsu e Jiu Jitsu não cria limites nem barreiras aos praticantes sobre as técnicas que devem usar e treinar, defendendo a seguinte regra: se poderes acrescentar algo, que se adapte e na prática funcionar em proveito da tua defesa, USA-O.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now